fbpx
skip to Main Content
218 244 801 . 930 506 689 geral@coreclinic.pt Av. República 43 - Lisboa
Diferente Comprimento Dos Membros Inferiores

Diferente Comprimento dos Membros Inferiores

A heterometria ou dismetria é designada pela diferença do comprimento dos membros inferiores. Esta alteração pode ocorrer tanto em crianças como em adultos, pode ser traumática ou por alguma patologia vírica infeciosa.

O crescimento ósseo não ocorre em simultâneo, ou seja, desenvolve-se individualmente. Sabendo que o crescimento ósseo ocorre até aos 18/20 anos de idade, normalmente os pais devem estar alerta para qualquer tipo de queixa do seu filho, ou mesmo se achar que a sua marcha ou postura não lhe pareça normal.

Para que este crescimento seja normal incentive a realização da prática desportiva e uma boa alimentação, ajudando assim para o aumento da densidade óssea.

A Heterometria é relativamente comum na população. Normalmente é assintomática. A diferença do comprimento dos membros inferiores leva a um desequilíbrio músculo-esquelético levando a alterações posturais, inclusive o padrão da marcha do indivíduo. Quando o nosso corpo se depara com alguma alteração postural, automaticamente ele vai compensar esse desequilíbrio, quando se encontra em posição de ortostatismo (em pé).

A discrepância no comprimento dos membros inferiores leva a um desequilíbrio global da biomecânica esquelética e das cadeias musculares devido às compensações ascendentes que o organismo adapta para que seja possível nos mantermos em pé. Tudo isto acontece por estarmos sujeitos à gravidade.

A coluna vertebral é bastante prejudicada por sobrecargas que resultam no aumento significativo de problemas posturais da população, tanto em adultos como em crianças.

Na consulta será realizada uma avaliação biomecânica pormenorizada, para que se chegue ao diagnóstico correto, sendo necessário recorrer a exames complementares de diagnóstico, como o raio-x para saber se existe alguma heterometria.

Pequenas dismetrias podem induzir mudanças compensatórias, tendo um impacto na biomecânica da coluna, anca, joelhos e pés. Podem ocorrer desgastes (artrose) das articulações devido a um excesso de impacto que nela é exercida. Normalmente ocorre apenas num hemisfério do corpo.

No atleta, visto que o seu corpo sofre o dobro do impacto, caso padeça desta diferença de comprimento de membros inferiores, o desportista pode apresentar algumas lesões como ruturas musculares, entorses do tornozelo, microrroturas em músculos de grande calibre como o quadríceps, os isquiotibiais, as pubalgias, entre outros.

Visualmente podemos observar:

  • rotação do tronco
  • desnivelamento da anca
  • assimetria das pregas glúteas
  • desnivelamento das pregas poplíteas
  • assimetria das pegadas plantares
  • desigualdade no alinhamento do calcanhar

Todos estes indicadores referidos anteriormente são avaliados durante a consulta, que nos podem indicar alguma alteração do comprimento dos membros inferiores.

O objetivo após ter realizado o diagnóstico, tendo em conta todas as alterações que ocorrem devido à discrepância dos membros inferiores, será a realização de um tratamento ortopodológico que passa pela elaboração de ortóteses plantares personalizadas (palmilhas personalizadas) com a compensação necessária.

Podologista Isabel Pereira

Cédula Profissional ACSS – 353

.

PROCURE-NOS CASO TENHA DÚVIDAS!

Comentários

Se tiver alguma questão, poderá enviar-nos através do Formulário de Contacto, ou se preferir, publique um comentário abaixo. Não divulgamos as respostas nos comentários. Responderemos às suas questões, via e-mail, o mais brevemente que nos for possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Call Now Button
Back To Top